Homenews - homenews.com.br
Informática
Quinta - 27 de Junho de 2002 às 17:29

    Imprimir


21 de junho (Reuters, 12:50)
MOSCOU - Quase 100 hackers tentaram entrar no novo site do presidente russo Vladimir Putin na Web nas primeiras 24 horas de sua existência, mas nenhum deles conseguiu, anunciou o Kremlin nesta sexta-feira.

E depois de três meses de testes pela Agência Federal de Comunicações e Informação do Governo, o governo russo está confiante de que o site www.president.kremlin.ru, lançado na sexta-feira, é quase imune a hackers.

"Cerca de 500 mil pessoas visitaram o site até agora, e já houve 96 ataques de hackers, mas nenhum deles obteve sucesso", declarou um porta-voz do Kremlin.

Os hackers tentam invadir sites na Web por diversas razões, entre as quais mutilar o conteúdo e obter acesso a informações financeiras confidenciais, mas o Kremlin não sabe o que motivou aqueles que tentaram penetrar o site presidencial.

"Pode ser qualquer pessoa, de qualquer país", disse o porta-voz.

A AYAXI, empresa sediada em Moscou que ganhou a concorrência para a instalação do site em junho do ano passado, disse que o trabalho de criação do site demorou quase 10 meses. O site só tem versão em russo.

A página contém cópias dos discursos de Putin, novas leis e pequenas notícias sobre o presidente, mas os visitantes também têm acesso a um álbum de fotos íntimas que inclui retratos do presidente levando seus cachorros a passear e das férias da família Putin.

"Putin: agora qualquer um pode penetrar na casa do Presidente", dizia o diário de apelo popular "Moskovsky Komsomolets" na sexta-feira.




URL Fonte: http://homenews.com.br/noticia/10/visualizar/