Homenews - homenews.com.br
Tecnologia
Quinta - 05 de Setembro de 2002 às 09:06

    Imprimir


TÓQUIO (Reuters) - A Sony anunciou na quarta-feira uma nova indicação da estratégia de conectar seus produtos eletrônicos à Web. A companhia japonesa lançou um gravador digital de vídeo capaz de procurar e gravar programas de TV que o usuário possa se interessar.

O aparelho, que usa um disco rígido em vez de discos ópticos ou fitas magnéticas, será o primeiro da linha "Cocoon", de produtos Sony direcionados para serem alternativa ao PC no acesso à Internet.

"Até agora nossa estratégia para redes domésticas estava centrada no PC, mas na era da banda larga, além do PC, nós temos que ter produtos de áudio e vídeo e terminais móveis capazes de se conectar a uma rede", afirmou o presidente da Sony, Kunitake Ando.

"A TV vai mudar bastante", disse o executivo.

O gravador digital tem um disco rígido de 160 gigabytes, capaz de gravar 15 horas de programação de TV de alta definição ou até 100 horas de programas de qualidade normal. O aparelho suporta expansão para até 320 gigabytes de capacidade.

O equipamento, se conectado à Internet, acessa informações de programação de emissoras e grava programas de TV que se encaixem nas preferências do usuários. Essas preferências podem ser ajustadas com a programação de até 44 palavras-chave.

O aparelho também pode analisar escolhas anteriores e arquivos guardados no disco rígido para reconhecer os gostos do dono e gravar automaticamente seus programas preferidos. O produto ainda pede desculpas caso o usuário rejeite suas seleções.

A Sony também oferecerá um serviço pago que permitirá aos usuários programar o aparelho via telefone celular para gravar algum programa da TV.

O gravador será lançado no Japão em 1o. de novembro. A companhia ainda não decidiu se vai vendê-lo em outros países.

"Fizemos o mesmo com o Vaio (computador pessoal): Criamos um momento no Japão e então o levamos para fora", disse Koichiro Tsujino, chefe da Companhia de Soluções de Terminais de Rede da Sony.

A máquina Cocoon não sairá barato. A Sony espera que o preço de varejo seja de 1.100 dólares e tem como meta inicial uma produção de 5 mil unidades por mês.

Com a linha Cocoon, a Sony abre quatro frentes para acesso à Internet em casa: TVs, o videogame PlayStation 2, computador pessoal e telefones celulares.

Diferente dos PCs Vaio, a linha Cocoon não usa processadores Intel e software da Microsoft. Os novos produtos usam o sistema operacional Linux e um processador desenvolvido pela MIPS Technology.

Futuros produtos da linha Cocoon podem incluir gravação de DVDs, mas por agora os executivos da Sony estão preocupados em demonstrar as vantagens do disco rígido, que consegue gravar até oito vezes mais dados que um DVD.

Eles também afirmaram que a linha Cocoon dá um passo além dos gravadores digitais de vídeo criados pela TiVo, a qual licenciou sua tecnologia para a Sony. Uma porta-voz da companhia disse que a conexão em alta velocidade à Internet e a grande capacidade do disco rígido estão entre as vantagens dos novos produtos.





URL Fonte: http://homenews.com.br/noticia/112/visualizar/