Homenews - homenews.com.br
Telecomunicações
Terça - 06 de Agosto de 2002 às 08:25

    Imprimir


SÃO PAULO, 6 de agosto (Reuters) - A Telesp Celular Participações anunciou nesta terça-feira prejuízo líquido de 394,1 milhões de reais no segundo trimestre de 2002, quase o triplo das perdas de 132,7 milhões de reais do mesmo período do ano passado. A valorização do dólar e do euro frente ao real no segundo trimestre agravou muito as despesas financeiras da empresa.

A companhia informou que o aumento de capital de 2,4 bilhões de reais, para reduzir dívidas com a controladora Portugal Telecom , "somente será possível de ser concluído no final do terceiro trimestre". A operação estava prevista para ser homologada até o final do segundo trimestre.

A Telesp Celular Participações controla a operadora paulista de telefonia móvel de mesmo nome e a Global Telecom, que atua no Paraná e Santa Catarina.

Embora o desempenho operacional das empresas tenha sido bom, as despesas financeiras mais altas decorrentes do endividamento em moeda estrangeira sem proteção cambial da Global Telecom afetaram o resultado final.

"O lucro líquido (...) foi afetado desfavoravelmente pelos resultados financeiros associados ao elevado nível de endividamento da Telesp Celular Participações e da Global Telecom e pela desvalorização do real face ao dólar e ao euro", disse a empresa.

A dívida da companhia excluindo a Global Telecom era de 2,8 bilhões de reais em 30 de junho. Incluindo a Global Telecom, o montante do débito era de quase 5,8 bilhões de reais ao final do primeiro semestre, 84 por cento financiado pela Portugal Telecom.

As despesas financeiras no segundo trimestre cresceram para 621,4 milhões de reais, contra 170,5 milhões de reais entre janeiro e março deste ano.

A geração de caixa medido pelo Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da holding de abril a junho foi de 352,9 milhões de reais, 77,7 por cento maior que os 198,6 milhões de reais do mesmo período do ano passado.

A receita líquida da Telesp Celular Participações no segundo trimestre foi de 860,9 milhões de reais, o que garantiu margem Ebitda de 41 por cento no período.

O novo presidente da empresa, Gilson Rondinelli Filho, assumiu o cargo em maio com o compromisso de pelo menos manter a margem Ebitda de 38,7 por cento alcançada no primeiro trimestre.

A Telesp Celular Participações encerrou a primeira metade do ano com 5,521 milhões de clientes, atingindo participação de mercado de 67 por cento onde atua. Isso significa um acréscimo de 267 mil novos assinantes no segundo trimestre, de acordo com a empresa.





URL Fonte: http://homenews.com.br/noticia/25/visualizar/