Homenews - homenews.com.br
Tecnologia
Terça - 22 de Outubro de 2002 às 08:44

    Imprimir


SÃO FRANCISCO, Estados Unidos(Reuters) - Um supercomputador que será construído pelo Sandia National Laboratories e pela fabricante de computadores Cray vai usar uma nova geração de processadores da AMD, afirmou uma fonte próxima à situação na segunda-feira.

A decisão do Sandia, instituto do governo norte-americano que desenvolve tecnologias de segurança nacional, e da Cray, empresa especializada na fabricação de supercomputadores, em usar processadores da AMD é uma vitória para a empresa. A nova linha de processadores Opteron só deve ser lançada no ano que vem e a Intel já tem no mercado sua própria geração de processadores para servidores e supercomputadores, chamada Itanium.

- Este é um motivo para comemorar, mas de uma perspectiva de negócios não significa muito porque não são muitos os supercomputadores construídos por ano - afirmou o analista da Needham & Co Dan Scovel.

O supercomputador, que terá o nome de Red Storm, vai custar cerca de US$ 90 milhões, afirmou a fonte. O Sandia, que faz pesquisa para o Departamento de Energia dos Estados Unidos, tem como meta fazer sua nova máquina chegar a 100 trilhões de operações por segundo.

A AMD não quis comentar a informação.





URL Fonte: http://homenews.com.br/noticia/290/visualizar/