Homenews - homenews.com.br
Telecomunicações
Quinta - 24 de Outubro de 2002 às 08:52

    Imprimir


Londres, Reino Unido (Reuters) - A gigante norte-americana do software Microsoft entrou no mercado de telefonia celular em parceria com a operadora francesa de telefonia móvel Orange, revelando ontem um telefone inteligente que a coloca em guerra contra as empresas estabelecidas no setor de equipamentos para telecomunicações.

Em uma ação que desafia os principais fornecedores desse setor, como a Nokia, Motorola e Sony Ericsson, a Orange disse que seus primeiros telefones móveis equipados com o software da Microsoft devem se pagar em menos de cinco meses.

"Queremos dar um alerta para empresas como Nokia e Ericsson", disse Richard Brennan, vice-presidente executivo da OrangeWorld and Brands. "No momento, nossa impressão é de que a Nokia e a Sony Ericsson não estão inovando com rapidez suficiente. Precisamos tomar uma posição clara de que não ficaremos esperando".

A Orange, que fez uma tentativa pouco afortunada de entrar no mercado de equipamentos para telecomunicações quatro anos atrás, com um videofone, entregou à High Tech Computer, de Taiwan, a tarefa de produzir o telefone de banda tripla, que dispõe de tela grande e colorida, serviços de som, imagem, vídeo e e-mail, além de conexão para uma câmera externa.

O Orange SPV (sound, picture and video) chegará às lojas do Reino Unido dentro de duas semanas e será vendido com um agressivo subsídio, a cerca de US$ 275 --bem abaixo dos telefones equipados com câmeras de padrão semelhante oferecidos pela Nokia e pela Sony Ericsson.

John Strand, analista do setor na consultoria dinamarquesa Strand Consult, disse que "a questão não é se esse produto será um sucesso, mas que dimensão terá esse sucesso".

A Microsoft, maior produtora mundial de software, vem desde 1999 esforçando-se para entrar no mercado de telefonia móvel, onde 400 milhões de aparelhos são vendidos a cada ano, à medida que se desaceleram as vendas de seus principais produtos, o sistema operacional Windows e o pacote Office.

A gigante do software prometeu ajudar fabricantes a lançarem no mercado uma variedade de aparelhos celulares baseados em sua versão reduzida do sistema operacional Windows.

"Acredito que no próximo ano nós veremos uma dúzia de aparelhos", afirmou Juha Christensen, vice-presidente do Grupo de Mobilidade da Microsoft. "Dentro dos próximos dois anos veremos (nossos) aparelhos vendidos a uma base de milhões por trimestre."

Além de trabalhar com a Orange, a Microsoft também está colaborando com fabricantes de aparelhos celulares para telefones baseados em sua tecnologia.

A Samsung Electronics, única das cinco principais fabricantes mundiais a trabalhar com a Microsoft até agora, preparou ontem uma apresentação de protótipos de novos telefones baseados em softwares da companhia norte-americana na Europa.

Já a britânica Sendo afirmou que deve vender um telefone inteligente com software Microsoft para mais de 10 operadoras dentro de um ano.





URL Fonte: http://homenews.com.br/noticia/306/visualizar/