Homenews - homenews.com.br
Ciência
Quarta - 24 de Agosto de 2005 às 19:58

    Imprimir


_______________________________________________________________


Pontes com vãos acima de 10 metros de comprimento, galpões ou ginásios com grandes dimensões e até mesmo a cobertura de uma simples garagem. Procedimento desenvolvido por Juliano Fiorelli, durante o doutorado no Laboratório de Madeira e de Estruturas de Madeiras (LaMEM), da Universidade de São Paulo em São Carlos, pode ser aplicado em todas essas construções.

Como resultado imediato da pesquisa está o domínio da técnica para fabricação de madeira laminada colada reforçada com fibra de vidro. Essa nova matéria-prima destinada à construção civil mostrou, tanto no campo teórico como prático, um custo-benefício interessante, principalmente quando aplicada em grandes estruturas.

“O sistema tem duas grandes vantagens”, disse Fiorelli, atualmente professor da Universidade Estadual Paulista, em Dracena, à Agência FAPESP. Além de ter uma resistência até 50% maior, a nova viga com fibra de vidro também traz uma importância ambiental.

“As vigas de madeira laminada colada reforçadas são fabricadas com lâminas de reflorestamento, em especial pinus, compondo elementos estruturais nas mais variadas formas e dimensões”, explica Fiorelli. A adição de fibra de vidro possibilita a redução no consumo de árvores em relação às vigas sem reforço. Em termos de custos, para as grandes estruturas, o novo sistema pode ser construído com 15% a menos de recursos.

“Como parte do trabalho desenvolvido em São Carlos, foi feito também um programa de computador que permite dimensionar esse novo tipo de estrutura”, conta Fiorelli. Segundo o pesquisador, essa ferramenta também pode ser usada pelas empresas que quiserem fabricar a nova viga.




Agência Fapesp




URL Fonte: http://homenews.com.br/noticia/3127/visualizar/