Homenews - homenews.com.br
Arqueologia
Terça - 07 de Fevereiro de 2006 às 10:18

    Imprimir


________________________________________________________________



Arqueólogos alemães descobriram um busto do faraó Amenhotep III que data de mais de 3,4 mil anos na cidade monumental de Luxor, cerca de 670 quilômetros ao sul do Cairo. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (06/02)pelo ministro da Cultura egípcio, Farouk Hosni.

A descoberta foi feita durante os trabalhos de escavação que os analistas alemães fazem em um lugar limite ao templo de Amenhotep III, na área de Kom Al Hitan, na ribeira oeste do rio Nilo.

A peça arqueológica, esculpida em rocha vermelha,tem um metro de comprimento e se conserva intacta, exceto a parte direita que tem uma pequena rachadura, informou Sabri Abdelaziz, responsável do Conselho Supremo de Antigüidades (CSA).

"Esta é uma descoberta de grande relevância, já que com toda segurança levará à descoberta do resto da estátua, que seria a segunda de grande tamanho de Amenhotep III descoberta até agora", disse Abdelaziz.

Este achado acontece depois que, no início da semana passada, a mesma equipe de analistas descobriu na área uma estátua da deusa faraônica da guerra Sejmet e outra de uma rainha núbia, que também datam de mais de 3,4 mil anos atrás.

Além disso, há duas semanas, uma equipe de cientistas norte-americanos descobriu em Luxor uma estátua da rainha Ti, esposa de Amenhotep III, pertencente à XVIII dinastia, que governou o Egito entre os anos 1554 e 1304 antes de Cristo.

Amenhotep III, filho de Tutmés IV, construiu sua capital em Tebas e a partir dali consolidou a supremacia egípcia em Babilônia e Assíria. Entre seus mais importantes monumentos estão o templo de Luxor e os colossos de Memnon.





Agências internacionais




URL Fonte: http://homenews.com.br/noticia/3364/visualizar/