Homenews - homenews.com.br
Informática
Terça - 17 de Outubro de 2006 às 10:47

    Imprimir


________________________________________________________________


A agência de notícias Reuters está abrindo uma redação virtual na comunidade online Second Life, entrando na corrida das grandes marcas que desejam se tornar parte do "mundo" mais concorrido da Internet.

A partir de quarta-feira (19/10), a Reuters planeja começar a publicar notícias em forma de texto, foto e vídeos do mundo externo voltadas aos usuários do site Second Life, e notícias do Second Life para leitores do mundo real que visitarem o site noticioso no endereço http://secondlife.reuters.com/.

Criado pelo Linden Lab, de São Francisco, Second Life é o que existe de mais próximo a um universo paralelo em funcionamento na Internet. De forma semelhante ao jogo de construção de cidades SimCity, o Second Life é um mundo virtual, tridimensional, em que usuários criam e equipam personagens, compram imóveis e interagem com outros jogadores.

Mais de 900 mil usuários registraram-se para construir casas, formar bairros e viver versões alternativas de suas vidas no mundo tridimensional de animação computadorizada. Os jogadores gastam cerca de US$ 350 mil ao dia, em média, no site - ou um total anual de US$ 130 milhões. O uso está crescendo à base de dois dígitos por mês.

Os jogadores compram e vendem bens e serviços usando uma moeda virtual conhecida como Linden dollar. Um mercado online permite que eles a convertam em dólares de verdade, o que permite que ganhem dinheiro real com suas atividades online.

Adam Pasick, correspondente da Reuters em Londres, será o primeiro chefe da sucursal virtual, usando um personagem chamado "Adam Reuters", para acompanhar a nomenclatura proposta pelo jogo. "Por estranho que possa parecer, não é tão diferente de ser um repórter no mundo real", disse Pasick. "Assim que você se acostuma, o trabalho fica bastante parecido com o que venho fazendo há anos."

A montadora de automóveis Toyota, a gravadora Sony BMG, a fabricante de computadores Sun Microsystems e o site de notícias tecnológicas CNET estão entre os participantes do Second Life.




Reuters




URL Fonte: http://homenews.com.br/noticia/3883/visualizar/