Homenews - homenews.com.br
Tecnologia
Sexta - 11 de Janeiro de 2008 às 04:32

    Imprimir


A partir do momento em que o fundador da Microsoft, Bill Gates, inaugurou na noite de domingo a CES, em Las Vegas, vários diretores do setor afirmaram que a indústria se encaminha para a convergência de televisão, internet e telefonia.

O último exemplo foi dado hoje por Brian Roberts, presidente da Comcast, maior provedora de TV a cabo, de telecomunicações e produtos de entretenimento dos Estados Unidos.

Sua empresa tem uma receita de cerca de US$ 25 bilhões em 2006 e 24,2 milhões de clientes no setor de televisão paga e 12,9 milhões de internet de banda larga.

Roberts disse que até o final de 2009 a Comcast terá finalizado o Projeto Infinity, pelo qual os clientes poderão contar com internet a cabo de 100 megabytes. Com esta banda larga, quase tudo é possível.

- O download super rápido de filmes é só o começo. (O Projeto Infinity) abre todo um novo mundo de inovação baseada na internet - disse Roberts, confiante.

Com esta velocidade, quase dez vezes superior à dos serviços atuais da Comcast, pode-se baixar um filme de alta definição em cinco minutos.

- O Projeto Infinity prevê fornecer aos clientes a melhor e maior quantidade de conteúdo disponível, a mais alta definição, mais esportes, mais filmes, programas infantis e redes de televisão - explicou o diretor.

O Infinity será baseado na tecnologia Docsis 3.0 da companhia.

Além disso, neste ano a Comcast acrescentará centenas de filmes de alta definição à sua lista de produtos oferecidos. No início de 2009, os clientes da companhia contarão com um catálogo de mais de mil longas-metragens disponíveis.

Roberts disse que com internet de altíssima velocidade e mil filmes de alta definição disponíveis a um clique, será difícil alguém querer se levantar da poltrona.

A combinação dos futuros serviços da Comcast e televisões de alta definição, como a apresentada na segunda-feira pela Panasonic, de 150 polegadas de plasma com uma definição quatro vezes maior que as telas atuais, faz com que o 'sonho' de Roberts seja um pesadelo mais próximo do que parece.

Ele dividiu hoje o palanque com o presidente da Panasonic, Toshihiro Sakamoto, que na segunda-feira apresentou ao público do CES o mundo das televisões gigantes. Ambos apresentaram hoje o AnyPlay, um reprodutor portátil de DVR e DVD.

As visões de Roberts, um provedor de conteúdos, e a de Sakamoto, um fabricante de equipamentos, são bastante próximas.

Na segunda-feira, o presidente da Panasonic disse que as televisões planas estão se transformando na 'família digital' do século XXI, o centro em torno do qual as famílias americanas se concentram e ao qual destinarão um tempo cada vez maior.

Hoje, José Piñero, Diretor de Marketing Multicultural da Microsoft disse à Agência Efe que a companhia de Gates se prepara para um futuro em que as relações familiares estarão cada vez mais baseadas na interação através de serviços de internet e de alta definição.


Piñero exemplificou com o fato de que muitas jovens de famílias hispânicas nos Estados Unidos usam o videogame Xbox para jogar com familiares em outros países.

Este tipo de experiência será cada vez mais comum, devido à convergência de internet de banda larga, experiências de alta definição e novas interfaces à qual Gates se referiu no domingo e que constituirão a base do que chamou de a 'segunda década digital'.

Fonte: EFE




URL Fonte: http://homenews.com.br/noticia/3925/visualizar/