Homenews - homenews.com.br
Ciência
Sexta - 16 de Agosto de 2002 às 10:15

    Imprimir


LONDRES (Reuters Health) - O casamento parece fazer tão bem à saúde dos homens que os comprometidos têm um risco menor de morte do que os solteiros durante um dado período, segundo pesquisadores britânicos.

O professor Andrew Oswald e Jonathan Gardner, do Departamento de Economia da Universidade Warwick, analisaram dados de mais de 12 mil adultos da Pesquisa Britânica de Família e da Pesquisa Britânica de Aposentadoria.

Eliminando influências como o cigarro e o álcool, os casados estavam 6,1 por cento menos propensos a morrer durante um período de sete anos do que os solteiros, verificou a equipe. As mulheres se beneficiaram menos do casamento, com o risco de morte caindo apenas 2,9 por cento.

Normalmente, pesquisadores verificaram que os homens e mulheres casados são mais saudáveis do que os solteiros. Oswald e Gardner acreditam que uma esposa pode reduzir o estresse do homem e incentivar um estilo de vida saudável.

Mas esse não parece ser o único fator, disseram os autores do estudo, publicado no endereço online http://www.warwick.ac.uk/fac/soc/Economics/oswald/.

"Exatamente como funciona a mágica do casamento ainda é um mistério", disseram eles.

"Talvez um relacionamento pessoal intenso melhore a saúde mental e ajude a pessoa a evitar doenças físicas. Mais pesquisas são necessárias."

Oswald disse que as descobertas refutam a idéia de que pessoas mais ricas vivem mais.

"Esqueça o dinheiro. A partir desses dados, é tão claro quanto o dia que o casamento, em vez do dinheiro, é o que mantém as pessoas vivas", disse ele em um comunicado.





URL Fonte: http://homenews.com.br/noticia/46/visualizar/