Homenews - homenews.com.br
Telecomunicações
Segunda - 24 de Março de 2003 às 14:19

    Imprimir


Por Rodrigo Dutra, do HomeNews

A Motorola ganhou destaque na mídia mundial em fevereiro deste ano ao anunciar a existência do primeiro telefone celular operado por Linux. Agora, os engenheiros da empresa dizem que não estão aptos para desenvolver aplicativos para este sistema operacional, porque o item segurança não foi suficientemente aprovado pelo setor de qualidade produtiva, disse o porta-voz David Rudd, durante a última semana.

“O principal problema é que o sistema operacional não é seguro o suficiente. Por exemplo, vírus e outras espécies de códigos maliciosos podem ser encontrados em e-mails e danificar o modem, desestabilizando, assim, o funcionamento normal do aparelho”, disse Rudd em recente entrevista. Os tecnólogos podem até produzir aplicativos para o Linux mais tarde e utiliza-los em um telefone móvel, mas “antes de colocar algo no mercado, é necessário testar antes”, concluiu Rudd.

A Motorola está à procura de pessoas que possuam conhecimento de Java. Desta forma, o Linux foi colocado temporariamente “de lado”. “A utilização da linguagem Java aumentará o potencial do aparelho. Obviamente, continuamos tentando evoluir, mas nada é tão estratégico no momento quanto o Java”, disse Rudd se referindo ao modelo A760, que inicialmente estaria habilitando o Linux para seus usuários.

Quando a Motorola anunciou a produção de um celular com tecnologia Java/Linux, durante feira de telecomunicações realizada em Tóquio, se esperava a criação do “melhor modelo para obtenção de recursos aos usuários em termos de tecnologia móvel”. Porém, com as recentes decisões a empresa baseada em Schaumburg, Illinois, parece ter abortado todo planejamento.

“A Motorola está tornando pública as razões pelo qual está desistindo no momento do Linux. Eles estão avaliando a real importância desta plataforma para seus aparelhos”, disse Chris Jones, analista do setor de informática do site Canalys.com.

Mesmo dando menos importância ao Linux, nada muda com relação à estratégia de marketing. “Nada muda no setor de vendas para a Motorola, porque, segundo recentes dados, a maioria dos usuários não se importa com o sistema operacional que utilizam”, garantiu Jones.

Inclusive, para alguns analistas de mercado, a criação de um alarde em torno do Linux pode ter sido parte de uma bem sucedida estratégia comercial.

O modelo A760 foi desenvolvido na China, e fará parte de sua composição: uma tela colorida com sistema “touch and go”, uma câmera digital e um assistente pessoal digital.




URL Fonte: http://homenews.com.br/noticia/935/visualizar/