Homenews - homenews.com.br
Informática
Quarta - 07 de Maio de 2003 às 16:34

    Imprimir



Por Rodrigo Dutra, do HomeNews

De forma silenciosa, a Symantec parou de produzir o pacote que continha exclusivamente o Norton Utilities, escolhendo comercializar o seu venerado programa como parte do pacote Systemworks.

Com mais de 20 anos de inabalável prestigio, a longa lista de aplicações do Norton Utilities incluem ferramentas para o hard disc, um editor de registros e um sistema de informações que pode ser ajustado pelo usuário. A revista PC World, em sua versão norte-americana, publicou importante matéria sobre o programa, destacando sua longevidade e qualidade comprovada junto aos consumidores fiéis.

A Symantec decidiu, em setembro do ano passado, que não produziria mais o pacote exclusivo do Norton Utilities. O lançamento da última versão do produto foi em março de 2003, diz Tom Powledge, manager de produção da companhia.

Como resultado, segundo Powledge, os proprietários do Norton Utilities terão que comprar o SystemWorks 2003 para realizar um upgrade do sistema. O Systemworks custa US$ 70, mas quem já possui o Norton Utilities ganha um desconto e paga US$ 40, praticamente US$ 10 a mais do que o antigo pacote de upgrade exclusivo para o Norton Utilities.

Por estes US$ 10 adicionais, você pode instalar todos os aplicativos extras contidos no SystemWorks: o Norton Antivírus, o CleanSweep (para remover arquivos inúteis provenientes da Internet) e o GoBack Personal (para restauração de sistema).

A Symantec parou de oferecer o Utilities porque a vasta maioria de seus compradores migrou para o SystemWorks, que a companhia colocou no mercado a partir de 1998. Segundo Powledge, os usuários de computadores Apple ainda podem escolher entre o Utilities e o SystemWorks antes de efetuarem a compra.
Dennis Hevron, diretor técnico da Mesquite Independent School, localizada no Texas, diz que se sente aliviado ao saber que o Utilities continuará a ser produzido, mesmo que seja como parte integrante de outro sistema. Ele disse que ficou assustado no início deste mês ao ouvir um boato que a Symantec estaria desistindo de produzir o programa de maneira definitiva.

Segundo Hevron, isto ocasionaria uma situação complicada para o seu grupo de trabalho, formado por oito engenheiros que garantem a manutenção de 18.000 computadores em todo o campus colegial. “O Norton Utilities é a primeira coisa que utilizamos ao iniciar o micro, muitas vezes, antes mesmo de carregar o Word. Quando há um problema com o PC, o Utilities sempre verifica se o sistema está Ok”, diz Hevron.

Hevron ainda aponta outros problemas que enfrentará ao adquirir o Systemworks, e que, possivelmente, serão similares aos de outros consumidores: ele pagará mais caro por um produto que não será utilizado em sua totalidade e, enquanto a atual versão do Utilities funciona bem no seu sistema operacional, ele acredita que futuras versões do Windows não permitirão isto, fazendo com que o consumidor sempre gaste mais para comprar um novo programa.

“Eu não preciso de tudo que está incluído no SystemWorks, nós já trabalhamos com um sistema antivírus integrado. O CleanSweep é um bom programa, mas o GoBack é totalmente desnecessário”, conclui o direto técnico.

A Symantec garante que continuará desenvolvendo o Utilities. “Nós continuaremos a aperfeiçoar estas ferramentas, e nós fazemos questão de que todo o SystemWorks seja funcional, fazendo valer o investimento do consumidor”, diz Tom Powledge.





URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/1026/visualizar/