Homenews - homenews.com.br
Ciência
Quarta - 21 de Maio de 2003 às 14:25

    Imprimir


HomeNews

Pesquisadores do Plant Gene Expression Center, um órgão de pesquisas do Departamento de Agricultura dos EUA descobriram que as flores do futuro produzirão terão mais pétalas do que as atuais. Os cientistas descobriram a habilidade em produzir pétalas de um gene chamado Ultrapetala.

De acordo com os estudos da biologista molecular Jennifer C. Fletcher sobre o Ultrapetala, há novas pistas não somente sobre como as plantas formam flores, mas também sobre como elas desenvolvem novos ramos e outras estruturas. Todas essas partes das plantas se originam das chamadas células meristemáticas. Essas células crescem e dividem-se rapidamente e no fim se especializam para criar flores, folhas ou caules.

A pesquisa sugere que o Ultrapetala seja a chave da arquitetura das plantas.

Para seus experimentos, Fletcher usou o Arabidopsis thaliana, uma planta parente da mostarda, couve e repolho e originária de regiões temperadas. A planta acabou se tornando o "rato de laboratório" da biologia molecular das plantas. Devido ao seu genoma relativamente pequeno, tornou-se mais fácil para os cientistas decifrarem a estrutura e a função de cada gene da A. thaliana. Assim, outros cientistas poderão usar essas descobertas em seus próprios estudos sobre o perfil genético de outras plantas.

Um outro fator que beneficiou os estudos com a A. thaliana é que a planta é facil de cultivar em estufas. Ela se desenvolve rapidamente de semente para uma planta madura em apenas de quatro a seis semanas.

Fletcher produziu e investigou plantas únicas de A. thaliana com 10 pétalas de cor creme, em vez das quatro que as plantas comuns têm.





URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/1059/visualizar/