Homenews - homenews.com.br
Informática
Quinta - 21 de Agosto de 2003 às 09:44

    Imprimir


_______________________________________________________


A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) resolveu incluir nas novas regras de prestação de serviços de Internet, que devem ser publicadas em setembro, os serviços de acesso sem fio à Web que usam a tecnologia WiFi, afirmou hoje o superintendente de Universalização do órgão regulador, Edmundo Matarazzo.

A tecnologia WiFi usa ondas de rádio livres para levar acesso à Internet em alta velocidade a curtas distâncias. O sistema está em franca ascensão nos Estados Unidos e na Europa. No Brasil, algumas empresas começaram recentemente a oferecer comercialmente serviços de conexão sem fio. "Vamos exigir licenças das empresas que estejam provendo acesso WiFi. Vai ser algo parecido como o que ocorre hoje com os serviços de rádio-taxi", disse Matarazzo.

Atualmente o governo exige apenas a licença de Serviço de Comunicação Multimídia (SCM), que custa R$ 9 mil, para regularizar provedores que usam a tecnologia. Conforme Matarazzo, a licença para serviços de rádio-taxi, que operam em uma região limitada e de maneira semelhante a dos provedores que usam WiFi, custa entre R$ 250 e R$ 300. "Isso é mais adequado para empresas pequenas e médias", disse o superintendente.

Junto com a concessão de licenças para Internet sem fio, a nova regulamentação, que vinha sendo discutida por uma consulta pública do governo desde o início do ano, também incluirá novas formas de pagamento para os usuários.

Além dos atuais pulsos telefônicos, o internauta poderá escolher entre operadoras diferentes que ofereçam os melhores custos para a conexão ou optar por um sistema de tarifa plana, independentemente do número de minutos de navegação. Esta última modalidade é ideal para usuários que moram em cidades não-atendidas por provedores de Internet e que precisam pagar interurbanos.





URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/1321/visualizar/