Homenews - homenews.com.br
Informática
Sexta - 22 de Agosto de 2003 às 10:50

    Imprimir


_______________________________________________________


O vírus SoBig, que começou a se espalhar por computadores de 150 países em todo o mundo no domingo, já está sendo considerado o pior de todos os tempos.

"O principal alvo do vírus, o maior e mais contagioso que conhecemos, são os usuários domésticos", afirma Paul Wood, analista-chefe de segurança da MessageLabs, especializada em filtrar e-mails, que nas primeiras 24 horas do ataque detectou um milhão de mensagens infectadas.

Ele explica que, enquanto as empresas costumam atualizar os seus sistemas com as últimas versões dos programas antivírus e de segurança, usuários domésticos são vítimas mais fáceis.

"O vírus se instala e os usuários sequer percebem que o vírus continua a se espalhar a partir de suas casas", diz Wood.

A Universidade de Londres sentiu o peso do SoBig em seus sistemas. De quarta para quinta-feira, o Departamento de Informação da instituição passou de 200 e-mails por dia para 2 mil.

Tráfego

Até a noite de sexta-feira, a MessageLabs estima que o número de mensagens filtradas com o vírus SoBig, a sexta geração dessa família de programas que transformam os computadores infectados em emissores de spam (e-mail indesejado), chegue a 3 milhões.

Para se ter uma idéia, no pico da epidemia do LoveBug – que vinha sendo considerado o vírus mais contagioso até então – a MessageLabs encontrou uma mensagem infectada em 28.

Na atual epidemia de SoBig, esta proporção chegou a um em 17, provocando um aumento de 60% no tráfego de e-mails controlado pela MessageLabs.

A AOL, maior provedor de internet do mundo, disse ter interceptado mais de 11,5 milhões de cópias do SoBig desde que ele surgiu, há apenas quatro dias.

"Só nas primeiras 24 horas de sua existência, filtramos mais de um milhão de mensagens infectadas. O objetivo dele é se espalhar cada vez mais, já que ele usa cada computador como base para enviar mais spam adiante", explica Wood, da MessageLabs, que normalmente filtra 16 a 18 milhões de e-mails por dia, e nos últimos dias passou a filtrar cerca de 25 milhões.

Essa epidemia, no entanto, tem data marcada para acabar. O programa automaticamente vai interromper o seu "ciclo reprodutivo" no dia 10 de setembro.

Para se instalar no disco rígido, o vírus tenta enganar as pessoas com nomes apelativos no campo "Assunto" do e-mail, como 'Re: details' (resposta a informações dadas pela internet) ou 'Re: your application' (resposta a uma inscrição via web).

Além disso, ele muda constantemente os assuntos das mensagens.


BBC Londres




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/1332/visualizar/