Homenews - homenews.com.br
Arqueologia
Sexta - 19 de Setembro de 2003 às 06:41

    Imprimir


________________________________________________________



Pesquisadores da Universidade da Flórida, nos Estados Unidos, dizem que a floresta amazônica – que acreditava-se não ter sido habitada até recentemente – foi, na verdade, densamente povoada há centenas de anos.

A pesquisa – publicada na revista Science – afirma que evidência arqueológica e imagens de satélite mostram que uma rede de cerca de 19 assentamentos existiu na remota região norte da Amazônia antes da chegada dos exploradores europeus há 500 anos.

Os pesquisadores afirmam que a população local tinha conhecimentos sofisticados de matemática e astronomia e práticas avançadas de agricultura.

Um fator particularmente interessante, segundo os estudiosos, é que esses habitantes parecem ter conseguido encontrar maneiras de usar a floresta sem destruí-la.

Xinguanos

O estudo, liderado pelo pesquisador Michael Heckenberger, descobriu que esses 19 vilarejos tinham praças, pontes e estradas de até 50 metros de largura.

O conjunto de assentamentos teria entre 2.500 e 5.000 pessoas.

"Isso realmente nos deixou surpresos", disse Heckenberger em uma entrevista à agência de notícias Reuters.

Segundo ele, os vilarejos datam de entre 1200 e 1600 e teriam sido construídos pela civilização dos "xinguanos". Alguns deles ainda vivem na região e devem ser descendentes desses povos, segundo os estudiosos.

Eles também teriam sofisticados métodos rurais, provavelmente muito diferentes dos atuais.

"O que isso mostra é que há alternativas ao cenário normalmente conhecido como tudo ou nada", afirmou o pesquisador.


BBC




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/1436/visualizar/