Homenews - homenews.com.br
Saúde
Sexta - 07 de Maio de 2004 às 09:02

    Imprimir


__________________________________________________________________





O consumo de isoflavonas de soja pode ser uma opção de tratamento da menopausa para as mulheres que não desejam fazer a reposição hormonal tradicional. Esta é a conclusão de um estudo realizado com 79 pacientes da Escola Paulista de Medicina (Unifesp). A pesquisa demonstrou que o extrato de soja padronizado com 120g de isoflavonas aliviou os sintomas da menopausa e melhorou a qualidade de vida das pacientes, sem haver proliferação do endométrio (parede que reveste o útero).

Ondas de calor, insônia, nervosismo, melancolia, dores de cabeça, palpitação e formigamento são os principais sintomas do climatério. Para contornar a situação é necessário repor o organismo com progesterona (hormônio feminino) sintética ou natural.

O tratamento, entretanto, pode provocar mastalgia (dor nas mamas), retenção de líquidos e sangramento genital, sintomas incômodos que dificultam a adesão das pacientes à terapia de reposição hormonal sintética. Alguns estudos também relatam um aumento do risco de câncer de mama após cinco anos de reposição hormonal à base de estrogênio, sendo este um fator proibitivo para mulheres com histórico de câncer na família.

O estudo, intitulado “Efeitos da isoflavona nos sintomas climatéricos, na qualidade de vida, no trato genital e na mama das mulheres pós menopáusica”, foi tese de doutorado da ginecologista Cristina Kaari.

Ela conta que o interesse em pesquisar a ação das isoflavonas no tratamento dos sintomas da menopausa partiu do oriente. “Vários estudos nas mulheres orientais mostram que menos de 15% queixam-se de fogachos (ondas de calor). Nas mulheres ocidentais, esse índice chega a 80%”, afirma Kaari. As orientais também apresentam reduzida incidência de câncer de mama, doenças cardiovasculares e osteoporose em relação às ocidentais, fato atribuído ao elevado consumo de soja e derivados.

Alguns suplementos alimentares e medicamentos à base de soja já estão disponíveis no mercado com a dosagem exata do extrato de soja com isoflavonas necessária para uma reposição hormonal adequada.

Para a médica Cristina Kaari, o extrato de soja padronizado representa mais uma opção terapêutica para as mulheres na pós-menopausa que não desejam ou não podem aderir à terapia de reposição hormonal.







Agência Brasil




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/2284/visualizar/