Homenews - homenews.com.br
Saúde
Terça - 03 de Agosto de 2004 às 08:58

    Imprimir


______________________________________________________________





O sódio é um elemento químico necessário ao organismo que age como um dos principais fatores de regulação osmótica do sangue, plasma e fluidos intercelulares e é essencial para a manutenção do equilíbrio hídrico no interior do organismo, na transmissão dos impulsos nervosos e relaxamento muscular.

Seu teor no corpo humano gira em torno de 1% do peso do indivíduo e deve ser consumido em uma quantidade aproximada de 500mg por dia. As bebidas carbonatadas, como os refrigerantes, têm sódio e, como o seu consumo no país vem aumentando, Cristhiane Ferrari e Lucia Maria Soares resolveram determinar o teor de sódio em bebidas carbonatadas nacionais, no intuito de informar os profissionais envolvidos com orientação dietética dos diversos grupos populacionais, principalmente os médicos e nutricionistas que lidam com pessoas com restrições a sódio.

Em artigo publicado no final de 2003 da revista Ciência e Tecnologia de Alimentos, elas explicam que a deficiência de sódio pode ser provocada por uma ingestão inadequada, por perdas excessivas do elemento ou pela utilização de diuréticos, dentre outros, fazendo com que o indivíduo apresente fadiga, diarréia, anorexia e hipotensão.

Por outro lado, o consumo elevado de sódio na dieta tem sido, sengundo elas, correlacionado à hipertensão arterial na população. Só no Brasil, por exemplo, a hipertensão arterial atinge cerca de 15 a 20% da população adulta, com mais de 18 anos, e cerca da metade da população idosa.

Cristhiane e Lucia Maria afirmam ainda que a dieta humana contém habitualmente a quantidade adequada para evitar, em condições normais, sintomas de deficiência de sódio. "Desse modo, um indivíduo hipertenso deve ser orientado para evitar o consumo de alimentos industrializados, tais como enlatados, conservas, molhos, etc., para não utilizar sal para tempero de alimentos já preparados e ter conhecimento de que alguns adoçantes artificiais contêm sódio e, se utilizados com freqüência, podem elevar significativamente o consumo do mesmo", explicam no artigo.

No estudo, onde foram analisadas 97 amostras de 14 marcas de refrigerantes diferentes, as pesquisadoras verificaram que as concentrações de sódio encontradas variaram de 19 a 202mg por litro de refrigerante. Já as bebidas denominadas light, por conterem adoçante artificial, apresentam, segundo elas, cerca de duas vezes a média de sódio encontrada em bebidas adoçadas com açúcar.

"Como conseqüência, um consumidor médio de refrigerantes (259mL/dia) estaria ingerindo por dia cerca de 19mg de sódio provenientes do refrigerante, caso consuma bebidas adoçadas com açúcar. Por outro lado, o consumidor médio que preferir bebidas do tipo light estará ingerindo aproximadamente 39mg Na/dia", afirmam no artigo.

Para a população em geral isso não indica problemas, nem para aqueles que bebem refrigerante em grandes quantidades. No entanto, Cristhiane e Lucia Maria ressaltam que pessoas em dieta hipossódica devem levar em consideração as bebidas carbonatadas como uma fonte de sódio a ser controlada na alimentação, no intuito de minimizar possíveis problemas decorrentes de uma ingestão inadequada.





Agência Brasil




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/2395/visualizar/