Homenews - homenews.com.br
Ciência
Quinta - 21 de Outubro de 2004 às 12:50

    Imprimir


________________________________________________________________




O ser humano tem uma quantidade de genes muito menor do que se pensava, de acordo com uma pesquisa publicada na revista Nature (www.nature.com) por um consórcio de cientistas.

Os pesquisadores compararam o mapeamento do genoma humano com a versão de "padrão ouro", publicada no ano passado, para comparar as diferenças.

Eles descobriram que o genoma humano mais recente tem entre 20 mil e 25 mil genes - 10 mil a menos do que indicava o mapeamento.

Isso mostra, segundo os cientistas, que a sequência dos genes é mais importante do que a quantidade.

Complexidade

"Significa que cada gene pode ser usado de diferentes maneiras dependendo de como é ordenado", disse Tim Hubbard, do grupo de Genética Humana do Instituto Sanger, em Cambridge, na Inglaterra.

Quando o mapeamento do genoma humano foi publicado, em 2000, e pesquisadores imaginaram que o total de genes variava entre 30 mil e 40 mil, muitos ficaram surpresos que algo tão complexa como o corpo humano poderia ser construído com um número de genes tão pequeno.

Agora, que o número diminuiu ainda mais, os cientistas estão descobrindo gradualmente que a maneira como os genes são controlados é uma parte muito importante no processo.

No momento, as partes do DNA que controlam os genes ainda são um mistério.

"Ainda há um monte de coisas no genoma que ainda não sabemos como interpretar", disse Hubbard. "Há uma grande colaboração internacional tentando entender o que existe além dos genes que codificam proteína."




BBC, em Londres




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/2585/visualizar/