Homenews - homenews.com.br
Ciência
Terça - 09 de Novembro de 2004 às 12:33

    Imprimir


__________________________________________________________________




Cientistas identificaram receptores que controlam a dependência da nicotina nos cérebros de ratos.
A pesquisa, publicada na revista Science, sugere que a predisposição para a dependência do cigarro é genética.

Os pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia descobriram que nascer com uma variante particular dos recepetores contidos nos neurônios aumenta a vulnerabilidade à nicotina.

Esses receptores são compostos por diferentes combinações de subunidades. Os ratos pesquisados que possuíam a mutação genética batizada de "alpha4" se mostraram bastante vulneráveis à nicotina.

Testes comportamentais mostraram que os ratos com esse tipo de receptores ficavam dependentes muito mais rapidamente do que os ratos normais.

"A pesquisa é útil para o desenvolvimento de medicamentos que atuam nos receptores envolvidos na dependência da nicotina, mas não os outros, minimizando os efeitos colaterais", disse Robert West, professor da Unidade Britânica de Pesquisa de Câncer do University College London.

Ele disse que a empresa farmacêutica Pfizer está desenvolvendo uma droga, a Vareniclina, que atua especificamente sobre esse neurônio.

Sobre as questão da hereditariedade, West disse que o estudo confirma "a estimativa de que a nicotina tem níveis de dependência transmitida de geração em geração em torno de 50%, similares à dependência alcóolica".




BBC, em Londres




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/2635/visualizar/