Homenews - homenews.com.br
Saúde
Segunda - 28 de Fevereiro de 2005 às 12:07

    Imprimir


________________________________________________________________



Dois cientistas norte-americanos anunciaram na última sexta-feira a descoberta de dois novos retrovírus humanos na África, familiares ao da aids, que poderiam ter como origem o macaco.

Os vírus, que no momento não estão relacionados a nenhuma doença, foram encontrados em Camarões nos caçadores de primatas, explicaram os cientistas da Universidade Johns Hopkins de Baltimore (Maryland) e dos centros de controle e prevenção das doenças infecciosas (CDC).

Os vírus, batizados de Human T-lymphotomic Virus tipo 3 e 4 (HTLV-3 e HTLV-4), provavelmente foram transmitidos ao homem através de mordidas ou outros ferimentos, segundo os cientistas que apresentaram a descoberta na XII Conferência Anual sobre o Retrovírus (CROI), encerrada na sexta-feira.

Alguns cientistas afirmam que o vírus da imunodeficiência humana (HIV), aids, que pertence a outro grupo de retrovírus, também tem o macaco como origem. O vírus teria sofrido uma mutação e passado aos homens através das relações sexuais.

Um dos cientistas, o doutor Walid Heneine, especialista em vírus dos CDC, explicou que alguns médicos continuam em Camarões para avaliar o estado de saúde das pessoas infectadas e localizar seus parceiros sexuais. Segundo Heneine, o estudo mostra "que a transmissão de vírus entre primatas e humanos é freqüente".

Os dois primeiros vírus deste grupo são responsáveis por várias doenças graves. O HTLV-1 provoca leucemia e inflamações, enquanto o HTLV-2 pode criar problemas neurológicos, afirma o cientista.

Os HTLV1 e 2 já infectaram quase 22 milhões de pessoas e 5% delas desenvolveram uma destas doenças, de acordo com um comunicado dos CDC. Como acontece com o vírus da aids, vários anos podem passar antes da infecção desenvolver a doença.




Agências internacionais




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/2829/visualizar/