Homenews - homenews.com.br
Arqueologia
Terça - 22 de Outubro de 2002 às 08:37

    Imprimir


Por Tina Szabados, Homenews

RIO - Cientistas da Universidade de Sorbonne, na França estudam o que pode ser o primeiro indício arqueológico da existência de Jesus. Eles encontraram uma caixa vazia de pedra calcária, usada para guardar ossos com inscrições em aramaico pertencente a uma coleção particular de Israel. Na caixa lê-se: 'Tiago, filho de José, irmão de Jesus'.

Análises geológicas comprovaram que a rocha data do século I d.c, cerca de dois mil anos atrás, e tem o mesmo padrão das pedras de Jerusalém.

Para André Lemaire, estudioso de hebraico e aramaico que faz parte da equipe da Universidade de Sorbonne, até o momento não há prova de que as três pessoas citadas na inscrição sejam os personagens bíblicos, mas a chance estatística de os três nomes aparecerem desta forma, relatando exatamente o mesmo parentesco, é mínima - apesar de tratarem-se de nomes comuns naquela região nos tempos da Bíblia. Além disso, segundo Lemaire, para o nome 'Jesus' ter sido citado na inscrição do ossário, é porque se tratava de uma pessoa reconhecida naqueles tempos.

As conclusões da análise desse estudo estão na edição de novembro e dezembro da revista 'Biblical Archaeology Reveiw', da Sociedade de Arqueologia Bíblica, com sede nos Estados Unidos.




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/289/visualizar/