Homenews - homenews.com.br
Ciência
Segunda - 30 de Maio de 2005 às 11:43

    Imprimir


________________________________________________________________


Testemunhar cenas de violência pode tornar as pessoas mais propensas a atos violentos, concluiu um estudo realizado na cidade norte-americana de Chicago.

Os pesquisadores observaram a vida de jovens nos arredores da cidade ao longo de cinco anos e publicaram suas conclusões na revista Science.

"A violência é como uma doença contagiosa", diz Felton Earls, responsável pelo estudo.

"Um ato de agressão tem o potencial de levar a outros atos violentos, mesmo para quem os testemunha."

'Doença contagiosa'

A sabedoria popular ensina que violência gera violência, mas a pesquisa usou um detalhado mapeamento estatístico das vidas de cerca de 1.500 jovens para fazer a avaliação.

Observando-os desde o início da adolescência, eles levaram em conta fatores determinantes como condições sociais para provar que jovens que haviam sido vítimas de tiroteios, ou mesmo os testemunhado, teriam uma propensão maior para o envolvimento em atividades violentas.

Eles dizem que isso pode ser, em parte, atribuído ao alto grau de ansiedade gerado pela experiência, que causaria distúrbios de comportamento.

Embora as conclusões tenham sido atingidas após a observação de jovens de uma cidade violenta dos Estados Unidos, os pesquisadores acreditam que elas podem ser aplicadas globalmente, em especial em áreas de conflito.

"O lado positivo", diz Earls, "é que assim como nas doenças contagiosas, uma intervenção nos estágios iniciais tem maiores chances de sucesso no controle dos efeitos colaterais"



BBC, em Londres




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3038/visualizar/