Homenews - homenews.com.br
Ciência
Quinta - 02 de Junho de 2005 às 11:02

    Imprimir


________________________________________________________________


Mulheres prestes a dar à luz estão recorrendo à hipnose, na Grã-Bretanha, para ter um parto menos doloroso.

O Hipnonascimento - como vem sendo chamada a técnica - é baseado na idéia de que a dor e o desconforto que acompanham a mãe na hora de dar à luz não são naturais.

As mulheres estão aprendendo a se hipnotizar, além de técnicas de relaxamento e respiração para ajudar na hora do parto.

Em 2001, um estudo mostrou que cerca de 80% das grávidas britânicas dão à luz de forma natural, em geral com a assistência de parteiras.

No Brasil, este número era de pouco mais de 60% em 1999, segundo dados do SINASC (Sistema de Informações dos Nascidos Vivos).

A Organização Mundial da Saúde recomenda que a taxa de cesarianas não seja maior do que 15% em nenhum país.

Na Escócia, foi criado um curso de técnicas de Hipnonascimento para as parteiras, que poderão ensiná-las às jovens mães.

"Muitas mulheres têm medo de parto natural", diz Renee Buchanan, a hipnoterapeuta que vai dar o curso na Escócia em setembro.

"Elas ouvem histórias de partos dramáticos e dolorosos. Isso causa tensão que se transforma em dor e não permite que o parto ocorra da maneira como deveria", completa.

"O Hipnonascimento não garante um parto sem dor, mas argumenta que ele pode ser muito mais confortável."

O curso será uma extensão no treinamento das parteiras.

"Se trata de trazer bebês ao mundo de uma maneira mais calma e pacífica. A mãe é treinada para se envolver com os movimentos do bebê e trabalhar em harmonia com o corpo", diz Buchanan.

O Hipnonascimento foi desenvolvido nos Estados Unidos há 15 anos e é baseado no trabalho do obstetra inglês Grantly %@!#%&-Read.

Ele percebeu que mulheres que estavam calmas e tinham expectativas positivas em relação ao parto sentiam menos dor do que as que estavam com medo.



BBC, em Londres




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3047/visualizar/