Homenews - homenews.com.br
Astronomia
Segunda - 18 de Julho de 2005 às 11:40

    Imprimir


________________________________________________________________



HomeNews

Após meses de especulação, a China anunciou nesta sexta-feira (15/07) o lançamento de sua segunda missão tripulada ao espaço, prevista para outubro.

A tripulação do foguete Shenzhou 6 será composta por dois cosmonautas - ou taiconautas, como são conhecidos os cosmonautas chineses. O programa espacial chinês é mantido em sigilo, e o nome dos candidatos à missão não foi divulgado.

A expectativa é que a nave fique na órbita da Terra por cinco ou seis dias.

Em 2003, a China enviou homens ao espaço pela primeira vez, tornando-se o terceiro país a realizar missão do gênero, depois de Rússia e Estados Unidos.

Lua

O taiconauta que foi ao espaço naquela ocasião, Yang Liwei, foi tratado como herói nacional quando voltou da missão.

Liwei, a bordo da Shenzhou 5, circundou a Terra 14 vezes durante o seu vôo de 21,5 horas.

O governo chinês tem dado muita importância para o seu programa espacial, considerando-o fonte de orgulho nacional e de prestígio internacional.

A China espera instalar uma estação espacial em cinco anos e, no futuro, também planeja enviar um homem à Lua.

Porcos

De acordo com a imprensa chinesa, o novo vôo também levará amostras de esperma de porco para a análise de possíveis mutações genéticas no espaço.

Os astronautas deverão examinar as mudanças que os espermatozóides sofrem após quatro ou cinco dias no espaço e depois usar o esperma para fecundar um óvulo e ver se os animais surgidos deste experimento apresentam ou não características especiais.

A experiência poderá mostrar os efeitos que pode ter a concepção de um animal no espaço. O código genético dos porcos é um dos mais similares ao dos seres humanos.

"Espera-se que sob os efeitos da microgravidade e dos raios cósmicos os genes do esperma mudem de forma diversa", disseram responsáveis pelo experimento citados pela agência oficial Xinhua.

Os porcos escolhidos para o experimento pertencem ao tipo denominado "rongchang", um dos mais apreciados pelos criadores de gado chineses devido à qualidade de sua carne, também exportada.

O experimento, primeiro de seu tipo que acontece no país, será conduzido pela Academia de Gado de Chongqing (centro do país), que decidiu com a Corporação de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da China transportar 40 gramas de esperma na nave espacial Shenzhou VI.

O projeto custará US$ 240 mil, segundo o diretor da academia de Chongqing, Wang Jinyong. O país já enviou em lançamentos espaciais anteriores plantas, sementes, arroz e outras cargas similares para estudar as mudanças que a matéria orgânica sofre no espaço.











Com agências internacionais




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3088/visualizar/