Homenews - homenews.com.br
Informática
Segunda - 28 de Outubro de 2002 às 09:22

    Imprimir


Washington - (France Presse) A rede terrorista Al Qaeda está utilizando hackers que invadem sites para levar ao ar páginas secretas com mensagens aos seguidores, segundo especialistas.

Um exemplo disto ocorreu no começo do mês, quando uma suposta mensagem do líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, apareceu no site cenobite.com, criado por um seguidor do escritor de ficção-científica Clive Barker.

Andrew Weisburd, um ativista on-line que rastreia grupos terroristas, disse acreditar que a Al Qaeda começou a utilizar esse forma de comunicação quando expiraram os direitos da alneda.com, um site identificado com a rede de Bin Laden.

"O alneda.com continua com sua prática de atacar servidores web e inserir suas páginas em diretórios escondidos", disse Weisburd.

Vários outros websites foram utilizados desta forma, explicou o especialista que não quis revelar os sites "para proteger os donos e os servidores dos sites atacados das consequências de serem associados à Al Qaeda".

Já David Wray, porta-voz da divisão do FBI (polícia federal dos EUA) que combate o crime na internet, o Infrastructure Protection Center, disse que a agência estava a par dos relatórios sobre a atividade da Al Qaeda. "Não posso comentar sobre se são verdadeiros ou não", disse.

O director do Instituto de Estudos sobre Tecnologias de Segurança do Dartmouth College, Michael Vatis, disse que é possível que a Al Qaeda esteja utilizando técnicas de hackers.

"É uma evidência da crescente sofisticação da organização para utilizar tecnologias modernas para realizar comunicações encobertas e para evadir detecções", disse.

O que chama a atenção é que habitualmente os webmasters detectam as invasões muito depois de ocorridas, porque a informação é inserida em arquivos ocultos, aos quais só se tem acesso com senha, explicam os especialistas.

"Não considero isso pirataria, mas sim uma categoria mais próxima de um 'ataque parasita'", disse o expecialista em segurança de internet Mike Sweeney, que opera o site packetatttack.com.

"Alguém invade o site, obtém autorização para criar uma pasta, acrescenta um documento e em seguida apaga suas pistas. Para o resto do mundo, o site parece comum, mas quem conhece o caminho pode encontrá-lo", disse.

É difícil saber realmente se a Al Qaida está por trás dessas ações sem examinar os computadores, disse Sweeney, que afirmou que é um cenário possível já que é uma forma fácil de divulgar informação rapidamente. "É rápido, barato e quase impossível de rastrear", explicou.

Já Weisburd acredita que as mensagens parecem ser de verdade. "Não sou um especialista nessa área, mas concluo que as mensagens são reais, que Osama (bin Laden) está vivo, e que a Al Qaeda (...) goza de boa saúde e está na ofensiva".




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/321/visualizar/