Homenews - homenews.com.br
Ciência
Terça - 31 de Janeiro de 2006 às 09:06

    Imprimir


________________________________________________________________


Um artigo divulgado nesta segunda-feira (30/01)pela revista Proceedings of the National Academy of Sciences, revela que as células-tronco se proliferam nas bordas, e não na parte central da medula óssea.

Quando transplantadas, as células-tronco se multiplicam e dão origem a células imunológicas ou de outro tipo. A descoberta feita por cientistas japoneses e norte-americanos é importante porque facilitaria o uso dessas células na luta contra doenças como o câncer.

Os pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, e da Universidade de Tsukuba, no Japão, localizaram as células utilizando uma nova técnica que lhes permitiu vê-las claramente.

O método se caracteriza pela inserção de um gene fluorescente, procedente de uma medusa, em dois genes que existem somente nos glóbulos do sangue. Isso faz com que as células-tronco brilhem sob a luz ultravioleta.

Até agora, a localização das células-tronco era difícil porque elas só podiam ser identificadas através das proteínas ou marcadores existentes em sua superfície.

Isso obriga os médicos a extrair uma grande quantidade de medula óssea do doador para depois separar as células-tronco que são transplantadas ao paciente.

Segundo os pesquisadores, as células não estão agrupadas em todo o corpo da medula óssea, como se achava, mas ao longo das bordas.

Doug Engel, um dos cientistas participantes da pesquisa, disse que o novo método facilitará os transplantes e, talvez, faça com que a extração das células-tronco da medula óssea seja menos invasiva e dolorosa.





Redação HomeNews




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3336/visualizar/