Homenews - homenews.com.br
Tecnologia
Sexta - 03 de Fevereiro de 2006 às 10:51

    Imprimir


________________________________________________________________


A China pretende iniciar a montagem de um reator de fusão atômica que, de acordo com cientistas, poderá um dia tornar-se uma fonte infinita de energia. A informação foi divulgada esta semana pela Academia de Ciências da China.

A fusão nuclear é o processo de geração de calor do Sol e de todas as estrelas. Por isso que os chineses estão chamando seu reator de "sol artificial".

O reator, chamado de EAST (Experimental Advanced Superconducting Tokamak), é uma atualização do HT-7, um reator construído em parceria com a Rússia nos anos 1990.

O HT-7 tornou a China o quarto país do mundo a possuir um equipamento desse tipo, depois da Rússia, França e Japão.

Segundo o comunicado da Academia de Ciências da China, o novo reator de fusão deverá ser montado ainda este ano, entre os meses de março e abril. Os primeiros testes experimentais devem começar entre julho e agosto.

"Os resultados das pesquisas do projeto EAST serão importantes para o Reator Termonuclear Experimental Internacional, ou ITER, em termos de pesquisa básica tanto em engenharia quanto em física," afirmou Wan Yuanxi, chefe do projeto. A fusão nuclear controlada é tida como a forma mais eficiente de se gerar energia.




Redação HomeNews




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3349/visualizar/