Homenews - homenews.com.br
Astronomia
Quarta - 08 de Fevereiro de 2006 às 12:00

    Imprimir


________________________________________________________________

O governo Bush pediu na última segunda-feira ao Congresso um aumento modesto do orçamento da Nasa - a agência espacial norte americana - para 2007. A atitude do governo denota um rigor orçamentário generalizado, que obriga a Nasa a apertar o cinto para manter o objetivo de conquistar o espaço.

A Casa Branca propôs destinar à agência espacial norte-americana U$ 16,79 bilhões para o próximo ano, um aumento de apenas 1,02% em relação ao destinado pelo Congresso no ano fiscal 2006, que termina em 30 de setembro.

O administrador da Nasa, Michael Griffin, disse que o aumento orçamentário requerido representa uma alta de 3,2% em relação a 2006, se não forem levados em conta os 349 milhões de emergência adicionais para o conserto de duas fábricas da Nasa danificadas pelo furacão Katrina no fim de agosto.

Griffin reconheceu que o orçamento da agência espacial é apertado. "A Nasa simplesmente não tem como fazer tudo o que as várias partes gostariam que ela fizesse", disse.

"O projeto de orçamento para 2007 mostra o compromisso do presidente George W. Bush de colocar em prática a Visão de exploração espacial que ele apresentou no começo de 2004", acrescentou Griffin. O objetivo é levar os norte-americanos à Lua novamente em 2018 ou antes e, a mais longo prazo, enviar uma missão tripulada para Marte.

No total, a Nasa deseja cerca de U$ 1 bilhão para seus programas científicos espaciais e 1,5 bilhão para aqueles dedicados à exploração espacial, de modo a obter o dinheiro necessário para a manutenção das operações de três ônibus espaciais cujo fim de operação está previsto para 30 de setembro de 2010.

A agência prevê ter o sucessor do ônibus espacial, o Crew Exploration Vehicle (CEV), pronto para voar entre 2010 e 2014, disse Griffin ontem. A Nasa prevê 16 vôos de ônibus espaciais para concluir a montagem da Estação Espacial Internacional (ISS), e outro para realizar a última missão de manutenção do telescópio espacial Hubble, que permita prolongar suas operações.

Dos U$ 16,79 bilhões requeridos para a Nasa em 2007, cerca de 6,2 bilhões são para o ônibus espacial e a ISS, 3,9 bilhões para o retorno à Lua e 5,3 bilhões para as missões científicas terrestres e espaciais. O pacote prevê ainda U$ 720 milhões para a pesquisa aeronáutica.




Agências internacionais




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3380/visualizar/