Homenews - homenews.com.br
Tecnologia
Quarta - 15 de Fevereiro de 2006 às 08:09

    Imprimir


________________________________________________________________


Cientistas lançaram nesta terça-feira uma campanha para aproveitar o poder dos computadores domésticos para prever as alterações climáticas de modo mais preciso.

Utilizando o alcance da BBC e técnicas de previsão do tempo do Escritório Meteorológico da Grã-Bretanha, eles pretendem convencer milhares de pessoas a participar do projeto.

"Se 10 mil pessoas participarem, já seremos maiores que o maior supercomputador do mundo", disse o cientista Myles Allen, da Universidade de Oxford.

"Quanto mais gente conseguirmos, mais precisas serão nossas previsões. Temos 500 mil variações climáticas prontas para funcionar", disse ele a repórteres.

As temperaturas já aumentaram, na média, 0,6 grau Celsius desde o início da era industrial, e a maioria dos cientistas acredita que uma elevação de mais de 2 graus seria caótica para o mundo.

Há tantas variáveis envolvidas que, quanto maior for a escala temporal para os modelos climáticos, maior é a incerteza do resultado. "Cada pessoa que participar receberá em seu computador, para ser processado, um modelo ligeiramente diferente, e assim quanto mais gente tivermos mais confiantes podemos ficar com nossos resultados", disse Allen.

Os voluntários devem ir ao site www.bbc.co.uk/climatechange e seguir as instruções. Allen disse que o programa leva apenas alguns minutos para ser baixado, que não vai atrapalhar o desempenho dos computadores e que vai utilizar uma eletricidade extra desprezível, já que vai funcionar automaticamente quando o computador estiver ligado, mas sem uso.

Ele disse que, para um computador doméstico comum, levará cerca de três meses para concluir o programa, que processa um modelo climático desde 1920 até 2080.

"O mais importante, para nós, são as primeiras décadas do modelo, para ver se ele oferecerá um panorama preciso sobre o que realmente aconteceu no século 20", afirmou Allen.

Já houve experiências semelhantes com o uso de computadores domésticos, seja para procurar vida extraterrestre ou para calcular números primos altíssimos.









Reuters




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3417/visualizar/