Homenews - homenews.com.br
Saúde
Segunda - 27 de Março de 2006 às 10:36

    Imprimir


________________________________________________________________


Uma simples injeção de um novo medicamento seria suficiente para reduzir os níveis de colesterol do sangue e o risco de doenças cardiovasculares? Segundo um estudo publicado pela revista Nature, sim.

Cientistas da companhia de tecnologia Alnylam, de Cambridge, Massachusetts, nos EUA, utilizaram moléculas sintéticas de ácido ribonucléico para "silenciar" o gene da apolipoproteína B (apoB), que desempenha um papel crucial no metabolismo do colesterol.

É a primeira vez que os cientistas demonstraram que é possível reduzir os níveis de colesterol nos primatas com uma versão injetável de um medicamento baseado na interferência do RNA.

Este tratamento é só um de muitos que estão sendo desenvolvidos ultimamente, baseados nesse tipo de interferência, que, segundo os analistas, têm um grande potencial para o tratamento de diversas doenças, desde o câncer e os transtornos genéticos até as infecções virais.

O estudo, indica que a interferência da base do ácido ribonucléico reduziu em 75% o colesterol de baixa densidade, o mais daninho.

O efeito foi notado em um prazo de 24 horas nos símios tratados e durou pelo menos onze dias depois de administrada a primeira injeção, segundo John Maraganore, diretor-executivo da Alnylam.






Redação HomeNews com EFE




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3543/visualizar/