Homenews - homenews.com.br
Arqueologia
Terça - 05 de Novembro de 2002 às 11:53

    Imprimir


Depois da descoberta do ossário com inscrições antigas contendo o nome de Jesus e seu irmão Tiago, a maior dificuldade dos especialistas é acreditar que a caixa possa servir como referênca para a existência do Cristo.

O vice-diretor do Departamento israelense de Antiguidades, Uzi Dahari, não acredita que especialistas consigam determinar que a inscrição se refere com certeza a Jesus Cristo.

"Estatisticamente, as chances de esse ser o irmão de Jesus são pequenas. Nunca vamos saber a verdade, porque a caixa é de uma escavação não-oficial e foi parar no mercado aberto", disse Dahari.

"Nem sabemos se a caverna onde foi encontrada era em Jerusalém ou longe. Há tantas questões que nunca teremos respostas de tal forma que alguém possa dizer com certeza de que o ossário é do irmão de Jesus."

O ossário pertence a um colecionador israelense, que pediu anonimato. Segundo ele, a relíquia foi comprada por algumas centenas de dólares na década de 70 --hoje, ela foi avaliada em US$ 2 milhões.

A caixa pode ser a primeira evidência arqueológica da existência de Jesus. Feita de calcário, possui uma inscrição em aramaico na qual se lê "Tiago, filho de José, irmão de Jesus".

Homenews com agências internacionais




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/363/visualizar/