Homenews - homenews.com.br
Informática
Terça - 05 de Novembro de 2002 às 12:53

    Imprimir


A falsa notícia de que os EUA planejavam invadir o pequeno país Kiribati, no Oceano Pacífico, publicada em um site causou pânico e obrigou o governo local a transmitir garantias para o povo de que o país não seria invadido pelos americanos.

De acordo com fontes internacionais, a Embaixada dos EUA em Wellington alegou ser lamentável que um artigo exibido em um site neo-zeolandês de piadas tenha sido considerado real.

Irritado com o artigo, o presidente do Kiribati, que também foi atacado pelo site, ordenou que o governo transmitisse à população uma série de garantias públicas de que a 'invasão' planejada não era verdadeira.

o Presidente Teburoro Tito, que está atualmente em campanha para as eleições gerais em 29 de novembro, disse que tudo não passou de uma tentativa 'enganosa, medrosa, ameaçadora e difamadora de causar muitos problemas antes das eleições'.

O artigo, entitulado de 'Bush vai invadir ilhas Kiribati', tinha o subtítulo de: 'George W. Bush anunciou hoje o realinhamento da política externa dos EUA. O objetivo de depor Saddam Hussein foi substituído pela mudança de regime nas ilhas Kiribati como a nova prioridade.'

A notícia dizia que Bush acreditava que Tito 'está no processo de desenvolvimento de armas de destruição em massa. E uma ótima sopa de mariscos' e tinha enviado a marinha americana para Kiribati. A história causou preocupação geral durante o fim de semana nas ilhas, que ficam entre o Equador e o Meridiano.

Kiribati, uma ex-colônia britânica chamada de Ilhas Gilbert, é um arquipélago de 33 atóis de coral que obteve independência em 1979. A população é um pouco maior do que 100 mil pessoas.

Homenews com agências internacionais




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/365/visualizar/