Homenews - homenews.com.br
Astronomia
Terça - 11 de Abril de 2006 às 12:27

    Imprimir


________________________________________________________________


O primeiro cosmonauta brasileiro, Marcos Pontes, e seus companheiros da expedição nº 13 da Estação Espacial Internacional (ISS) afirmaram hoje que se protegeram de qualquer tipo de azar levando a bordo uma foto de Yuri Gagarin e uma cruz ortodoxa.

"Nossa expedição tinha o número 13 e havia um eclipse solar na véspera de nossa partida", contou Pontes nesta terça-feira, dois dias depois de sua volta do espaço, durante uma entrevista coletiva na Cidade das Estrelas, perto de Moscou, onde treinou durante vários meses antes de seu vôo.

Segundo ele, apesar das superstições, o vôo foi bem sucedido e todos os objetivos foram cumpridos. "Em maio passado, eu passeava pela Praça Vermelha de Moscou e comprei uma camiseta com uma foto de Gagarin. Decidi levá-la a bordo da Estação Espacial Internacional e isso me trouxe felicidade", afirmou, referindo-se a Yuri Gagarin, o cosmonauta soviético que foi o primeiro homem a viajar ao espaço. "Também havia uma foto de Gagarin pendurada dentro da estação. O olhar de Gagarin nessa foto acalmava nossas preocupações", explicou.

"E também colocamos uma cruz (ortodoxa) a bordo da estação. Ela foi oferecida à tripulação da expedição Nº 13 pelo Patriarca (ortodoxo russo Alexis II). Podemos dizer que nossa estação estava abençoada", acrescentou, por sua vez, o cosmonauta russo Valery Tokarev, que acompanhou Pontes de volta a Terra.

Pontes, de 43 anos, oficial da Força Aérea e protagonista do primeiro e histórico vôo de um brasileiro ao espaço, permaneceu oito dias a bordo da ISS depois de ter partido da base de Baikonur, no Cazaquistão, em 30 de março. Marcos Pontes, Valery Tokarev e seu colega norte-americano William MacArthur aterrissaram sem problemas no domingo passado nas estepes do Cazaquistão. Seu regresso a Terra coincidiu, com poucos dias de diferença, com o 45º aniversário do primeiro vôo de um ser humano ao espaço, o de Gagarin, a bordo da nave Vostok, em 12 de abril de 1961.





AFP




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3684/visualizar/