Homenews - homenews.com.br
Ciência
Quarta - 06 de Novembro de 2002 às 10:22

    Imprimir


LONDRES (Reuters) - Cientistas na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos anunciaram, na terça-feira, planos de iniciar um estudo sobre uma possível droga para prevenir o câncer feita a base de resveratrol, um composto natural encontrado no vinho tinto.

Pesquisadores da Universidade de Leicester, na Inglaterra, e da Universidade de Michigan, nos EUA, vão começar a testar tabletes de resveratrol puro em voluntários saudáveis no início do próximo ano, informou a instituição britânica em um comunicado.

O professor Will Steward, da Leicester, disse que a substância é encontrada no amendoim, na casca da uva e no vinho, especialmente no tinto.

"O consumo de resveratrol é citado como umas das possíveis explicações para a baixa incidência de doença cardiovascular no sul da Europa, onde se bebe muito vinho tinto", afirmou o cientista. "O resveratrol também mostrou atividade antiinflamatória e anticâncer em modelos experimentais."

Segundo o professor, como a substância parece ser útil na prevenção do câncer, o Instituto Nacional de Câncer dos EUA financiaria "estudos clínicos de comprimidos de resveratrol puro em voluntários saudáveis e pacientes no estágio inicial da doença".

Os 20 voluntários saudáveis vão receber inicialmente um comprimido de 0,5 grama de resveratrol, quantidade equivalente à presente em várias dúzias de garrafas de vinho, apontou o professor Andreas Gescher, também da Leicester. Outros experimentos vão analisar doses repetidas.

O objetivo das pesquisas preliminares é analisar o tempo em que o composto fica no corpo e a quantidade que circula no organismo. Além disso, os pesquisadores vão observar a evidência de alterações bioquímicas que indiquem um efeito protetor.

Diversos estudos verificaram que os apreciadores do vinho tinto eram menos propensos a desenvolver câncer. O resveratrol pode ser uma das razões, mas os benefícios da bebida podem ser resultado de uma combinação de fatores.





URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/372/visualizar/