Homenews - homenews.com.br
Ciência
Quinta - 20 de Abril de 2006 às 11:58

    Imprimir


________________________________________________________________


Os olhos perdem a flexibilidade com o passar dos anos, muitas vezes tornando difícil trocar o foco de perto para longe e vice-e-versa. Cerca de 90% das pessoas acima de 45 anos desenvolvem essa disfunção, conhecida como presbiopia. Para resolver o problema, Benjamin Franklin inventou há mais de 200 anos os óculos bifocais - lentes em que a metade inferior é para ver de perto e a superior, de longe. Agora, os cientistas desenvolveram lentes de cristal líquido que podem alterar entre os modos de leitura e longa distância com o toque de um botão. Em testes com voluntários humanos, as lentes de cristal líquido produziram imagens nítidas tanto de perto quanto de longe.

Guoqiang Li, da Universidade do Arizona, e colegas prensaram uma fina lâmina de cristal líquido entre duas de vidro e fixaram tudo com anéis concêntricos de eletrodos. Sem corrente elétrica, as lentes permitem que o usuário veja os objetos que estão a longa distância. Quando os óculos são ligados, os eletrodos ajustam o foco, ampliando a visão para que os objetos próximos sejam vistos, permitindo que elas funcionem por inteiro da forma desejada em menos de um segundo.

Os pesquisadores adotaram essa propriedade para que as atividades que necessitam de visão de longe, como dirigir, não necessitem do manuseio do interruptor, minimizando o perigo caso o sistema falhe.

A pesquisa está disponível online na edição desta semana da revista da PNAS (Proceedings of the National Academies of Science).





Sciam




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3725/visualizar/