Homenews - homenews.com.br
Saúde
Segunda - 24 de Abril de 2006 às 09:31

    Imprimir


________________________________________________________________


Cientistas britânicos estão desenvolvendo um método que eles esperam permitir prever como os pacientes vão responder a determinados remédios, diz um estudo publicado na revista Nature.

Os pesquisadores, da Imperial College de Londres e da empresa farmacêutica Pfizer, acreditam que o seu trabalho pode levar ao desenvolvimento de medicamentos 'personalizados'.

A abordagem desenvolvida pelos cientistas consiste na combinação de análises químicas do metabolismo de cada pessoa com modelos matemáticos para prever como os diferentes organismos responderão às drogas.

Os pesquisadores acreditam que, examinando esses padrões, eles poderão ajudar em diagnósticos, antecipar futuras doenças e as respostas dos pacientes ao tratamento.

"Esta nova técnica tem potencialmente enorme importância ao futuro do sistema de saúde e a indústria farmacêutica", afirmou o líder da equipe, Jeremy Nicholson.

Testes em ratos

Os cientistas testaram o método dando paracetamol para ratos de laboratório e observando como o medicamento afetava o fígado dos animais e como ele era excretado.

Antes de dar o patacetamol, os cientistas mediram o nível de metabolitos na urina dos ratos.

Depois de criar um perfil para cada rato, os pesquisadores utillizaram modelos de computadores para comparar os testes de urina antes e depois de eles tomarem a droga.

Segundo os cientistas, o novo método revela as diferentes formas como cada indivíduo absorve e processa os remédios.

As reações dependem de fatores como o tipo e a quantidade de bactérias encontradas no intestino.

A nova técnica está em um estágio preliminar e precisará ser testada em humanos antes de se saber se pode ser usada clinicamente.





BBC, em Londres




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3734/visualizar/