Homenews - homenews.com.br
Astronomia
Quarta - 05 de Julho de 2006 às 11:15

    Imprimir


________________________________________________________________


A Nasa (agência espacial norte-americana) assegurou nesta terça-feira (04/07) que detectou o que chamou de "pelo menos cinco incidentes relacionados à espuma" que cobre o tanque de combustível da nave Discovery e disse, que o incidente não chega a ser perigoso.

Wayne Hale, diretor do programa de naves da Nasa, explicou que a agência estudará agora as imagens captadas pelas câmeras externas para analisar a fundo essas perdas de espuma, observadas minutos depois do lançamento da Discovery.

"Tudo está dentro do previsto", afirmou Hale, que disse que, após a saída da nave, resta muito a fazer.

A nave decolou às 14h37 (15h37 de Brasília), do Centro Espacial Kennedy, em Cabo Canaveral (Flórida), nesta terça-feira, após dois adiamentos no último fim de semana devido às más condições do tempo.

Na segunda-feira, durante uma inspeção rotineira, foi detectada uma fissura de 13 centímetros de comprimento na camada de espuma isolante que cobre o tanque de combustível exterior da nave.

Oficiais da Nasa estudaram a possibilidade de suspender o lançamento, mas, em reunião realizada na segunda-feira à noite, a agência espacial decidiu prosseguir com os planos.

O desprendimento de um pedaço de espuma isolante fez com que a nave Colúmbia se desintegrasse em seu retorno à Terra em 1º de fevereiro de 2003, acidente que matou todos os seus tripulantes.

Um problema similar, mas sem conseqüências, ocorreu durante a missão realizada pela Discovery em julho do ano passado.

A Nasa já divulgou imagens tomadas pelos astronautas Steven Lindsey e Michael Fossum nas quais se vê o tanque exterior, de cor alaranjada, e o que parece um pedaço desfiado de tela, de entre 1,2 e 1,5 metro, flutuando entre a nave e o tanque.

Os oficiais da Nasa estão analisando o vídeo.

O diretor de lançamentos da Nasa, Mike Leinbach, ressaltou que foi "muito bonito ver a nave decolar em um 4 de julho, Dia da Independência dos EUA, e vê-la ir tão longe".

Já o subdiretor do programa da nave espacial Discovery, John Shannon, disse, em entrevista coletiva, que chorou ao ver a nave partir.

A missão, que leva sete astronautas a bordo, durará entre 12 e 13 dias.




EFE com HomeNews




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3837/visualizar/