Homenews - homenews.com.br
Saúde
Quarta - 05 de Julho de 2006 às 12:24

    Imprimir


________________________________________________________________


Cientistas britânicos acreditam que o tabaco - planta tradicionalmente usada para fabricação de fumo - pode ser eficaz na cura para a AIDS.

Os pesquisadores do Centre for Infection, no St. Georgés Hospital, de Londres chegaram a essa conclusão depois de conduzirem experiências com uma planta de tabaco geneticamente modificada, que, segundo eles, produziu uma proteína que pode impedir o vírus do HIV de infectar as células humanas.

Caso os resultados dessa pesquisa sejam promissores, seria possível produzir através do tabaco transgênico um medicamento em grande quantidade e a baixo custo, capaz de impedir a continuação da epidemia de Aids.

De acordo com Julian Ma, que chefia a equipe de pesquisadores desse estudo, foi possível fazer o tabaco produzir a proteína que poderia impedir o contágio sexual do HIV inserindo na planta normal (Nicotiana tabacum) uma bactéria geneticamente modificada.

Esta proteína poderia ser usada como princípio ativo em um creme microbicida capaz de impedir o contágio durante as relações sexuais.

Os testes com primatas demonstraram que a proteína evitou o contágio de 15 dos 18 macacos. O que é um número bastante significativo.

Entretanto, para poder agir de forma significativa sobre a difusão da Aids, seria necessária uma quantidade enorme desta microbicida, que nenhuma indústria farmacêutica teria condições de produzir. Por isso, os cientistas estudam como induzir as plantas de tabaco a produzirem mais proteína.



Por Tina Szabados, do HomeNews




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3839/visualizar/