Homenews - homenews.com.br
Astronomia
Quinta - 19 de Outubro de 2006 às 11:42

    Imprimir





________________________________________________________________


O telescópio espacial Hubble da Nasa ( a agência espacial norte-americana) obteve a fotografia mais nítida até agora da colisão de duas galáxias, da qual surgem bilhões de estrelas.

Veja foto ampliada

A melhor imagem obtida até o momento das chamadas "Galáxias Antannae", o choque violento entre duas galáxias antes isoladas, foi captada pela Câmera Avançada para Reconhecimentos (ACS, em inglês) que está a bordo do Hubble, confirmou a Nasa.

As duas galáxias espirais começaram a se fundir há 500 milhões de anos, o que as transforma no "exemplo mais próximo e jovem de duas galáxias em trajetória de colisão".

Além disso, é um exemplo do que "acontecerá quando nossa Via Láctea provavelmente se chocar com a galáxia Andrômeda em 6 bilhões de anos", acrescentou a Nasa.

A agência espacial afirmou que a grande maioria dos grupos de estrelas formados durante o choque se "dispersarão", enquanto cerca de "cem grupos maiores sobreviverão".

O telescópio espacial Hubble é um telescópio robótico localizado nas bordas exteriores da atmosfera, em órbita circular ao redor da Terra a 593 quilômetros acima do nível do mar.

O Hubble foi colocado em órbita em 24 de abril de 1990 como um projeto conjunto da Nasa e da Agência Espacial Européia (ESA, em inglês), inaugurando o programa de "Grandes Observatórios".





EFE




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3892/visualizar/