Homenews - homenews.com.br
Astronomia
Quarta - 08 de Novembro de 2006 às 12:43

    Imprimir


________________________________________________________________



Por Tyna Szabados

Uma tempestade estelar tão grande que, se tivesse ocorrido em nosso Sol, teria eliminado a vida na Terra. Foi o que o satélite Swift da Nasa, a agência espacial norte-americana, detectou. A informação foi divulgada esta semana pela própria agência espacial.

A explosão devastadora foi captada em uma estrela de massa levemente inferior à do Sol num sistema binário chamado II Pegasi, na constelação Pégaso, em dezembro de 2005.

De acordo com um comunicado da Nasa, a energia liberada por esse fenômeno foi centenas de milhões de vezes superior à de uma tempestade solar, ou de cerca de 50 trilhõe de bombas atômicas.

Para sorte dos terráqueos, nosso Sol é uma estrela estável e não produz explosões desse tipo. Outro fator importante para nossa segurança foi a distância em que essa explosão ocorreu. O II Pegasi está a aproximadamente 135 anos-luz da Terra, ou seja, uma distância segura.

"Essa explosão foi tão enorme que, em princípio, pensamos que se tratasse da explosão de uma estrela", disse Rachel Osten, cientista do Centro Goddard de Vôos Espaciais da Nasa.

"Este fenômeno no II Pegasi foi nossa primeira oportunidade de estudar os detalhes das tempestades em outras estrelas, como se estivessem tão perto como nosso próprio sol", ressaltou.

O fenômeno das tempestades solares ocorre na coroa, que é a parte mais externa da atmosfera do Sol. Ali a temperatura é de aproximadamente 1,1 milhão de graus centígrados.

Na superfície solar, chamada fotosfera, a temperatura é de cerca de 3.300 graus, e a explosão lançou em direção ao cosmos uma enorme chuva de raios X.

Para se ter uma idéia do "poder de fogo" dessa tempestade, se tivesse ocorrido um fenômeno similar em nosso Sol, esses raios teriam cruzado o escudo protetor da atmosfera terrestre e causado uma mudança climática e a extinção em massa da vida sobre sua superfície.




Redação HomeNews




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3910/visualizar/