Homenews - homenews.com.br
Informática
Quarta - 08 de Novembro de 2006 às 13:33

    Imprimir


________________________________________________________________


O líder entre os serviços de busca na Web, Google, está contratando dezenas de vendedores e investindo pesadamente, em um esforço para expandir sua posição no setor de rádio, um mercado de 20 bilhões de dólares ao ano.

Michael Mayzel, porta-voz do Google, anunciou esta semana que a empresa iniciará ainda este ano um teste do sistema Google Audio Ads. Os anunciantes poderão fazer uma assinatura online para efetuar anúncios de rádio dirigidos, usando o mesmo sistema empregado para adquirir publicidade vinculada a resultados de busca na Web.

O Google testa sua capacidade de trabalhar em mídias offline e esta semana anunciou que ajudaria seus clientes a adquirir espaço publicitário em 50 jornais dos Estados Unidos.

A empresa começou a se interessar abertamente pelo mercado de rádio em janeiro, quando fechou acordo para adquirir por mais de um bilhão de dólares --a depender do desempenho-- a dMarc Broadcasting, que conecta anunciantes a estações de rádio por meio de um sistema de publicidade automatizado.

É tudo parte daquilo que o presidente-executivo do Google, Eric Schmidt, definiu como um plano de investimento em publicidade radiofônica que, com o tempo, pode crescer a ponto de empregar até mil funcionários do Google --não apenas no setor de vendas mas também nos de engenharia e operações.

A empresa, que vem crescendo rapidamente, tinha 9.378 funcionários ao final de setembro.

"O Google está contratando vendedores na maioria dos grandes mercados, e pessoas especializadas em vender anúncios de rádio. Estão pagando 50 por cento a mais do que um vendedor típico de publicidade ganharia em uma rádio", disse Bill Figenshu, vice-presidente de operação da Softwave Media Exchange, divisão da SWMX .

A Softwave Media Exchange vende anúncios de rádio online e concorre com a dMarc, controlada pelo Google.

Figenshu disse que três pessoas com quem havia conversado acreditavam que o Google negociava para adquirir um bilhão de dólares em tempo de publicidade na rede de rádio Clear Channel Communications .

Tanto o Google quanto o Clear Channel, que controla estimados 20 por cento da receita local de rádio, não quiseram fazer comentários sobre o assunto.




Reuters




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/3915/visualizar/