Homenews - homenews.com.br
Ciência
Segunda - 18 de Novembro de 2002 às 08:15

    Imprimir



MONTREAL, Canadá,(AFP) - A urna funerária do século I descoberta em Jerusalém, que contém a inscrição "Thiago, filho de José, irmão de Jesus",
poderia ter guardado antes os restos de outro morto, indicou o Museu Real de Ontario, que começou a expô-la na sexta-feira.

Durante a restauração da urna, que sofreu fissuras no transporte de Israel para Toronto, o principal restaurador do museu, Ed Keall, descobriu "um
motivo de círculo e estrela" gravado com pouca profundidade na parte traseira da pequena urna calcária, informa um comunicado do museu. O motivo,
representando uma estrela dentro de um círculo, era comum no século I em Jerusalém.

O fato de ele ter sido praticamente apagado pode significar "que a urna foi usada para abrigar restos de outro morto antes de Thiago", sem dúvida
dezenas de anos antes, diz Keall.

A exposição da urna, cuja autenticidade é alvo de polêmica entre especialistas, vai até o próximo dia 29 de dezembro.




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/421/visualizar/