Homenews - homenews.com.br
Informática
Quarta - 08 de Janeiro de 2003 às 09:40

    Imprimir


OSLO (Reuters) - Um adolescente norueguês foi inocentado nesta terça-feira das acusações que o envolviam em um caso sobre pirataria de DVDs, em um julgamento que chamou a atenção de vários estúdios importantes de Hollywood.

A corte judicial de Oslo disse que Jon Johansen, conhecido na Noruega como "DVD Jon'', não infligiu a lei quando ajudou a distribuir um programa que permite a confecção de cópias ilegais de filmes em DVD.

"Johansen não é culpado'', disse a juíza Irene Sogn. A magistrada afirmou que os procuradores poderão apelar da sentença.

Os procuradores pediram pena de reclusão de 90 dias para o adolescente de 19 anos, que desenvolveu o programa DeCSS quando tinha 15. O software permite a cópia de um DVD ao quebrar seu código de proteção contra reproduções.

O jovem tornou-se símbolo para hackers do mundo inteiro que afirmam que o desenvolvimento de programas como o que Johansen desenvolveu é um ato de liberdade intelectual em vez de roubo.

O processo foi aberto após uma ação encaminhada pela Motion Picture Association, entidade que defende os principais estúdios de Hollywood.

Os estúdios afirmam que a pirataria de DVDs e vídeos é roubo e que prejudica um mercado de 20 bilhões de dólares por ano, somente na América do Norte.

O DeCSS é um dos vários programas similares disponíveis na internet. Apesar do software de Johansen parecer hoje antiquado, ele foi o primeiro a fornecer instruções sobre como decifrar os códigos contra cópia dos DVDs.





URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/623/visualizar/