Homenews - homenews.com.br
Informática
Quinta - 09 de Janeiro de 2003 às 09:54

    Imprimir


PROVIDENCE, Estados Unidos (Reuters) - Eu mal tinha entrado no Rodney's Romp Room quando June, uma bela morena, se aproximou e perguntou se podia me beijar de um jeito quente e apaixonado.

Na esperança de poupá-la da dor de uma rejeição, eu educadamente aceitei, mas imediatamente uma loira interessante se aproximou para perguntar se podia me beijar do mesmo jeito e eu, que acredito em tratamento igual, me senti compelido a aceitar.

Foi assim que começou a briga entre as meninas.

Pois é, são esses os desafios que você tem de enfrentar em The Sims Online, a nova versão para múltiplos jogadores de uma série imensamente popular de jogos de computador da Maxis e Electronic Arts.

O Sims original é um jogo sem violência que, à primeira vista, parece criado para pessoas que precisam fazer alguma coisa na vida - mesmo que seja uma vida virtual.

O Sims Online pode se assemelhar ao jogo original, mas na verdade é imensamente diferente porque todos os personagens são controlados por pessoas reais. Você pode conversar com elas, interagir com elas e jogar com elas. É como ter uma vida secreta em um mundo que, por diversas razões, é mais amistoso que o nosso.


Começar no jogo custa 50 dólares, pelo software, e mais 10 dólares ao mês. O jogador então escolhe uma cidade fictícia para morar (havia cinco quando me registrei), escolhe um nome, descreve coisas de que seu personagem gosta e não gosta e escolhe uma figura para se representar.


As mulheres têm 226 roupas e 234 cabeças para seleção, e os homens 172 roupas e 189 cabeças. Eu evitei as fantasias de super-herói, saias escocesas e roupas de gladiador e criei um personagem careca, de cavanhaque, usando uma calça e camisa comuns, com o nome de Desmond, e decidi que a profissão dele seria vidente de animais, o que não é boa idéia já que ainda não há animais de estimação no jogo.


Há muita gente interessante na cidade - Snowball, um cara com cabeça de urso; Niecy, que tem 17 anos na vida real e ficou noiva no jogo depois de apenas um dia de relacionamento com outro personagem; e Tonya, cujo lema é "uma garota só precisa de quatro animais na vida: um mink nas costas, um tigre na cama, um jaguar na garagem e uma besta que pague por tudo isso''.


Mas o mais importante no "The Sims Online'' é que ele oferece um bem precioso que a vida moderna já não dá à maior parte de nós: um senso de segurança.


Para resumir, as regras foram criadas para encorajar as pessoas a se relacionar. Elas são recompensadas por fazer amigos, trabalhar e se divertir juntas. E porque você é sempre anônimo fica mais fácil conhecer pessoas e interagir com elas.


Pena que a vida real não seja assim.





URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/632/visualizar/