Homenews - homenews.com.br
Informática
Sábado - 24 de Agosto de 2002 às 12:36

    Imprimir


Por Reed Stevenson

SEATTLE (Reuters) - A Microsoft Corp. disse na quinta-feira que lapsos "graves" no software Office e no navegador de Internet Explorer deixam arquivos de milhões de usuários vulneráveis a ataques de hackers.

O maior produtor mundial de software disse que um hacker, usando email ou uma página da Web, poderá usar partes do Office ligadas à Internet para rodar programas, alterar dados e apagar o conteúdo do disco rígido do sistema de um usuário, além de ver arquivos e conteúdos da área de tranferência.

O Office é um pacote de software que roda em Windows e é usado para redigir documentos e fazer cálculos, incluindo programas populares como o Word.

"A Microsoft está comprometida a manter a segurança de seus clientes, e está providenciando uma solução que vai eliminar as três vulnerabilidade dos componentes de Web do Office", disse o gerente de programação de segurança da Microsoft, Christopher Budd, em comunicado via email.

Além desses riscos, a Microsoft divulgou vulnerabilidades nas três últimas versões de seu navegador de Internet, o Explorer. Os "bugs" permitem que invasores leiam arquivos.

A Microsoft pediu que os usuários consertem o problema baixando programas do site TechNet, da Microsoft (http://www.microsoft.com/technet).

"É importante que os usuários baixem o programa", disse Russ Cooper, da companhia de segurança TruSecure Corp., e editor da NTBugTraq.

O Office é usado por pelo menos 100 milhões de pessoas, de forma que o risco de ataques é alto, disse Cooper.

A Microsoft gastou, segundo o presidente Bill Gates, cerca de 100 milhões de dólares na prevenção de falhas em seu software este ano, mas apesar disso já divulgou 30 boletins divulgando problemas encontrados posteriormente.





URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/68/visualizar/