Homenews - homenews.com.br
Informática
Terça - 28 de Janeiro de 2003 às 15:29

    Imprimir


ARMONK, Estados Unidos (Reuters) - A IBM anunciou na segunda-feira 10 poderosos produtos para "grades de computação'', seu maior projeto até agora para levar essa tendência nascente da computação às grandes empresas.

Uma grade de computação é um conjunto de servidores e computadores ligados pela internet. A idéia é ligar as máquinas - potencialmente milhões delas - para tornar poder de processamento disponível na internet para quem estiver interessado, mais ou menos como acontece com a oferta de água ou eletricidade em países desenvolvidos, elevando o poder de computação e reduzindo custos.

A IBM informou que os 10 novos produtos para grades de computação tinham por objetivo os setores financeiro, de saúde, automotivo e aerospacial, bem como governamental. Até agora, as grades de computação, também conhecidas como "computação distribuída'', se mostraram populares principalmente na comunidade de pesquisa.

Com o anúncio, a IBM informou que está tentando promover a adoção das grades de computação no mundo corporativo. A empresa está também tentando recriar o sucesso de sua adoção e suporte ao sistema operacional gratuito Linux, alguns anos atrás, com apoio agressivo às grades de computação em diversos setores de atividade, disse um porta-voz da empresa.

A IBM anunciou especificamente o lançamento de grades analíticas e de tecnologia de informação para o setor de serviços financeiros, grades analíticas e de acesso a dados para o setor de saúde, grades de projeto de engenharia e colaboração em projetos para os setores automotivo e aerospacial e uma grade de dados para governos.

"É o tipo de marcação por pressão que adotamos para o Linux, o que estamos fazendo agora com as grades de computação'', disse James Larkin, porta-voz da IBM.

"Não são produtos criados para o laboratório de pesquisa'', acrescentou. "Queremos que a Ford fabrique carros mais rápido e a Pfizer leve remédios ao mercado mais cedo.''

A empresa afirmou que oferecerá oficinas de treinamento sobre grades para ensinar às empresas como aproveitar o recurso.

A IBM também anunciou ter assinado parcerias com cinco empresas que desenvolvem software para grades de computação - Platform Computing, DataSynapse, Avaki, Entropia e United Devices -, para o desenvolvimento de plataformas para seus setores alvo.





URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/712/visualizar/