Homenews - homenews.com.br
Astronomia
Terça - 04 de Fevereiro de 2003 às 09:54

    Imprimir


As placas térmicas estão no foco da investigação do desastre do Columbia. A seguir uma analisa do papel dessas placas:

O que as placas fazem?

As placas formam um escudo térmico desenhado para proteger o ônibus espacial em sua jornada de volta à Terra.

O ônibus espacial enfrenta altas temperaturas na sua reentrada na atmosfera.

Para suportar temperaturas que chegam a 1.600 graus Celsius, ele é revestido com 24 mil placas desse tipo.

As placas cobrem a parte inferior da nave, incluindo as pontas de cada asa e o nariz.

As mais resistentes são as placas negras, feitas de carbono reforçado.

Por que as provas apontam para as placas?

A Nasa teme que uma peça de isolamento do tanque de combustível que caiu durante a decolagem possa ter danificado uma ou mais placas.

A temperatura no lado esquerdo da nave subiu significativamente antes que ela se incendiasse, especialmente perto do trem de pouso esquerdo.

O aquecimento pode ter desequilibrado o Columbia e pode ter provocado a queda de outras placas.

O defeito poderia ter sido reparado?

Isso tem sido objeto de especulações. Há quem pergunte se teria sido possível fazer mais antes da aterrisagem.

Peter Bond, conselheiro de ciência espacial da Royal Astronomical Society, na Grã-Bretanha, afirma que a Nasa procura maneiras de fazer reparos em problemas desse tipo desde os anos 70.

Mas a agência especial concluiu que não haveria segurança para isso, diz ele, especialmente para consertos embaixo da nave.

"Cada placa é única. Há milhares de placas e todas são de tamanhos e formatos diferentes", disse ele à BBC.

"Quando placas caem e o escudo de proteção térmica é danificado, a sorte da tripulação está lançada", completou.

A Nasa insiste que não havia nada a bordo que pudesse ter sido usado pela tripulação para reparar placas perdidas ou quebradas.

De qualquer forma, a Nasa acreditou que não havia motivo para preocupações.

Há outras possíveis causas para o desastre?

A Nasa diz que não pode confirmar ainda a causa do acidente.

Especialistas independentes afirmam que é muito cedo para excluir outros fatores. Segundo eles, um problema térmico é mais provável do que um estrutural.

Fonte: BBC de Londres




URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/736/visualizar/