Homenews - homenews.com.br
Tecnologia
Quarta - 16 de Abril de 2003 às 16:05

    Imprimir


A America Online, subsidiária da AOL Time Warner, começou a testar com os seus assinantes a possibilidade de transferir arquivos de áudio e vídeo via sistemas de mensagens instantâneas, que permitem que usuários conversem em tempo real.

Se a America Online decidir implementar esse sistema, depois dos testes, ele só estará disponível para os assinantes e não para todos os usuários do seu sistema de mensagens instantâneas AIM, oferecido de graça.

O recurso permite que os membros gravem mensagens em vídeo com uma Web câmera e a seguir enviem-nas pelo sistema de mensagens instantâneas a outros usuários da America Online, que podem abri-las. Como parte do teste, o mesmo tipo de transferência está disponível para arquivos de áudio.

A oferta não vai contra as condições impostas pela Federal Communications Commission (FCC), órgão regulador do setor, à America Online quando de sua fusão com a Time Warner, em 2001, porque não inclui aplicativos que empreguem streams de vídeo ou áudio, segundo o porta-voz da empresa.

"Se deseja enviar uma mensagem em vídeo usando o recurso, o remetente a grava e depois a envia ao destinatário. Este a abre e então a executa, o que é diferente de um stream de vídeo ao vivo e sempre disponível entre dois usuários", disse o porta-voz.

A FCC proibiu a AOL Time Warner de oferecer streams de vídeo em um programa de mensagens instantâneas avançado até que este pudesse operar com outros sistemas porque, no momento da fusão, a America Online dominava esse mercado.

A empresa começou a testar os novos recursos de áudio e vídeo nas últimas duas semanas para verificar se seriam bem recebidos pelos usuários antes de inclui-los na próxima versão do sistema AOL. A popularidade é maior entre as primeiras pessoas que o adotaram do que no mercado de massa, até agora.





URL Fonte: https://homenews.com.br/noticia/976/visualizar/